Arquivos do mês: março 2015

Cuidando da apatia em idosos

Certas doenças nos idosos, como Alzheimer e depressão, podem trazer um tipo de sintoma, de comportamento que incomoda muito os familiares, os cuidadores e os profissionais de saúde: A APATIA. Em certas ocasiões, até pode parecer propícia, pois, o idoso está quieto, não atrapalha e nem incomoda. Mas com o passar do tempo, a indiferença e a apatia geram um grande estresse em quem cuida.

O que fazer:

– Observe se o idoso participa de atividades sociais e familiares. Levar para caminhar se ele puder, visitar família ou chamar os familiares para visitar sua casa ajuda a iluminar o dia-a-dia do idoso.

– Procure fazer coisas que o idoso gosta e não que você possa gostar!

– Evite infantilizar o idoso, com joguinhos e brinquedos próprios para as crianças.

– Também estar ciente de que alguns idosos perdem o interesse em fazer determinadas atividades, porque eles já não conseguem fazê-las de maneira correta e se frustram. Por exemplo, uma idosa que cozinhava muito bem e que agora se esquece como preparar e de como lidar com os ingredientes. Quem sabe se você, familiar, animá-la e ajudá-la no preparo de um prato gostoso?

Conheça os melhores cereais matinais para os idosos

Incluir os cereais matinais na alimentação é uma opção nutritiva para todas as idades. Porém, uma dica essencial é optar sempre pelas versões integrais e com pouco açúcar. Elas possuem vitaminas do complexo B, fundamentais para o metabolismo de lipídeos, proteínas e carboidratos, e vitamina E, que conta com ação antioxidante e assim combate os radicais livres.

O ferro, substância que atua na síntese das células vermelhas do sangue, o fósforo, mineral que age no metabolismo auxiliando na ativação das vitaminas do complexo B, o zinco, importante para a ação de diversas enzimas, o magnésio, que contribui para a saúde dos ossos, e o selênio, nutriente bom para a memória, também estão presentes nos cereais.

Além de todos esses nutrientes, os cereais integrais se destacam pelas boas quantidades de fibras alimentares. Elas são importantes para a saúde da pessoa de forma geral, proporciona saciedade e contribui para o controle do colesterol e dos níveis de açúcar no sangue.

Ao escolher o cereal, é importante ficar atento a algumas questões. “Preste atenção na lista de ingredientes que compõe o produto, aquele item que aparecer em primeiro lugar, significa que estará em maior quantidade. Quanto mais natural o cereal for, melhor. Dê preferência para farinha de trigo integral, flocos de aveia, farelo de aveia e de trigo, mueslis e granolas saudáveis”, orienta a nutricionista Keli Coutinho.

Quem sofre com alergia ou intolerância ao glúten deve evitar cereais com trigo ou centeio. A aveia também não deve ser consumida, pois ela é contaminada pelo glúten quando é processada. Quem tem esses problemas alimentarem pode optar por flocos de milho, flocos de arroz e também incluir a chia e a linhaça.

As pessoas precisam consumir cerca de 4 a 5 porções de cereais por dia em uma dieta equilibrada. Assim, a orientação para todos os grupos pode ser ingerir cerca de uma xícara de cereal por dia, desde que ela entre na quantidade de porções recomendadas por dia. Além dessas observações gerais, cada idade possui suas necessidades e cuidados específicos.

Para idosos – Os idosos podem ter maior dificuldade de mastigar, portanto, é interessante optar por um cereal em pedaços menores. O alimento pode ser consumido com um shake ou uma vitamina para facilitar o consumo.

Caso queira adicionar leite no cereal, procure aqueles com redução de lactose ou a versões vegetais. “Boa parte dos idosos tem uma diminuição da mucosa intestinal e é lá que é produzida a lactase, enzima que ajuda a digerir a lactose”, explica Navarro. É bom que os idosos evitem o excesso de fibras, pois isto pode fazer com que a absorção de cálcio e zinco diminuam.

Via

Cuidando dos penteados: A higiene com o couro cabeludo

O cuidado com os cabelos não pode parar com a idade. Afinal, as ações de pentear e escovar estimulam a circulação do couro cabeludo, removem células mortas e resíduos, e distribuem os óleos do cabelo para produzir uma aparência saudável. O uso de xampus remove sujeiras e óleos antigos, ajudando a prevenir a ocorrência de irritações de pele.

Porém, a freqüência utilizada no cuidado dos cabelos dependerá do comprimento e também da textura do cabelo do idoso, da duração da hospitalização e da condição do mesmo. Em geral, os cabelos devem ser penteados e escovados diariamente, recebendo tratamento com xampu de acordo com a rotina normal. No entanto, atenção, não deve decorrer mais de uma semana, ou talvez duas, entre as lavagens.

A lavagem com xampu é contra-indicada para pacientes com craniotomia recente, fratura do crânio com afundamento, condições que requeiram monitoramento da pressão intracraniana e outros envolvimentos do crânio.

Doe seu troco para a Angeluz

Estamos participando do Troco Solidário, projeto criado pelos hipermercados Comper, com intenção de ajudar instituições da cidade.

Com poucos centavos, você ajudar a manter o sorriso de nossos idosos com Parkinson e Mal de Alzheimer. Participe.

Troco Solidário

Angeluz – Hotel e Residência para Idosos Rua Antônio Abdo, 200 – Taveirópolis (em frente à Praça Elias Gadia)
Tel.: (67) 3331-0155
hotelresidenciaangeluz@hotmail.com

2014 © - Angeluz - Todos os direitos reservados.